Claudia fotos








  • 8 de dez de 2018

    Ame sua própria companhia, todas as outras são temporárias

    sábado, dezembro 08, 2018 1 Comments

    Texto de Marcel Camargo publicado originariamente em Conti Outra
    Inevitavelmente, todos nos veremos sozinhos e solitários, em alguns momentos de nossas vidas. Nessas horas, teremos somente a nós próprios para atravessarmos a escuridão avassaladora dos caminhos tortuosos que se descortinarão à nossa frente.
    Existe uma linha, por vezes tênue, que separa o sentimento de solidão da situação de estar sozinho. O que nos torna solitários pode ser nossa própria vontade, nossa necessidade de nos retirarmos do burburinho que pode incomodar. Já a solidão é um sentimento melancólico e que incomoda quem não quer ficar sozinho de jeito nenhum.
    Nem todo mundo que está sozinho sente solidão e nem todo mundo que está acompanhado foge dela, simplesmente porque se trata de algo íntimo, subjetivo, dependendo do que cada um sente dentro de si. Podemos, por exemplo, estar nos sentindo vazios e afastados do mundo, mesmo quando temos um companheiro ou nos encontramos em meio a muitas pessoas. A solidão vem lá de dentro.
    Da mesma forma, apreciar a companhia de si mesmo, gostar de estar sozinho, apreciando tudo o que somos e temos por nós mesmos, sem dramas ou tristezas, é o que chamamos de solitude, que ocorre quando somos a nossa própria companhia, uma companhia gostosa e que basta. Solitude tem a ver com amor-próprio, com aceitação de si mesmo, com entendimento de toda luz e de toda escuridão que há dentro de si, lidando com isso sem se machucar nem machucar ninguém.
    Fato é que muitas pessoas acabarão indo embora de nossas vidas, uma ou outra hora, por vontade própria, pelas distâncias que a vida traz, por causas diversas. Inevitavelmente, todos nos veremos sozinhos e solitários, em alguns momentos de nossas vidas, mesmo quando menos esperarmos, ainda que contra os nossos desejos. Nessas horas, teremos somente a nós próprios para atravessarmos a escuridão avassaladora dos caminhos tortuosos que se descortinarão à nossa frente.
    Por isso, é preciso que aprendamos a apreciar a nossa própria companhia, a escutar o nosso coração, a entender os sentimentos que preenchem a nossa alma, pois lidar com as repetidas ausências alheias sempre será uma luta individual, íntima e pessoal. Se estivermos de bem com o que temos dentro de nós, será mais fácil conseguir superar os vazios afetivos que vêm ao nosso encontro quando em vez. É assim que a gente se sente bem, com alguém ou sem ninguém além de nosso eu verdadeiro e feliz, apesar de tudo.

    4 de dez de 2018

    Pela cura das energias negativas.

    terça-feira, dezembro 04, 2018 3 Comments
    Copiando e Colando...


    Por Ana Macarini
    
    3 coisas para não fazer ao chegar em casa:
    Por Ana Macarini
    Depois de um dia inteiro de trabalho, estudo, e correrias diárias, chega uma hora em que todos nós sonhamos com o momento de estar em casa, não é mesmo?
    Acontece que, muitas vezes, não nos damos conta de que nós mesmos, por absoluto descuido, acabamos levando para dentro de nossos lares, energias densas e sujeiras espirituais a que ficamos sujeitos enquanto circulamos pelos mais diversos ambientes por aí.
    Por isso, da próxima vez que for entrar em casa, preste atenção a essas dicas… Anota aí!
    1 – Se você teve um dia difícil, acabou de se desentender com alguém, brigou no trânsito, ou foi obrigada a carregar alguns desaforos… Não leve nada disso para sua casa! Como???
    A ideia é simples: antes de abrir a porta de seu sagrado local de refazimento, pare na soleira por cinco minutos. Respire fundo umas seis ou sete vezes. Tenha uma conversa mental com aquele ou aqueles que a desequilibraram e tiraram a sua paz. Diga que ela ou ele não tem permissão para entrar em sua casa, não foram convidados. Em seguida, convide um anjo para entrar à sua frente e anular toda e qualquer energia de conflito, tristeza ou raiva que ainda estejam com você. Agora sim! Entre em seu “lar doce lar” com todo o respeito que ele merece.
    2 – Evite de qualquer forma entrar em casa e ir largando suas coisas no caminho. Tem gente que entra em casa e vai deixando um rastro atrás de si. Esse hábito é péssimo!
    Desorganiza as energias e instala no ambiente sensações de falta de foco e desânimo. Providencie uma cestinha, um banquinho, uma mesinha, onde você deixe suas coisas de forma organizada. Se você tem o hábito de tirar os sapatos, coloque um tapetinho ou uma caixa para essa função junto à porta. Além de ficar tudo arrumadinho, no outro dia você não vai ficar feito uma barata tonta procurando chaves, carteira, documentos, celular… e tudo o mais que você necessita para mais um dia de trabalho.
    3 – A porta da sua casa é o canal de abertura para o mundo exterior e também é o canal de troca entre as energias de dentro e de fora. Por isso, também há cuidados fundamentais com essa porta!
    Em primeiro lugar, ela precisa abrir completamente; nada de objetos atravancando o espaço atrás da porta! Em segundo lugar, coloque um espelhinho fixado no lado de fora da porta; pode ser bem pequenininho mesmo! Esse espelho tem a função de rebater sentimentos negativos, como raiva, inveja, mágoa e ressentimentos. Por último, mas não menos importante, a fechadura da porta de entrada não pode estar emperrada ou difícil de girar a chave! Fechaduras emperradas, criam obstáculos ao sucesso e à prosperidade!

    2 de dez de 2018

    Angelina Jordan - Feeling Good

    domingo, dezembro 02, 2018 6 Comments

    Impressionante! Sou muito fã dessa princesa!!!


    Me Sentindo Bem

    Pássaros voando alto, você sabe como me sinto
    Sol no céu, você sabe como me sinto
    Brisa passando, você sabe como me sinto
    É um novo amanhecer
    É um novo dia
    É uma nova vida
    Pra mim
    E estou me sentindo bem
    Peixe no mar, você sabe como me sinto
    Rio correndo livre, você sabe como me sinto
    Florescer na árvore,você sabe como me sinto
    Libélula ao Sol, você sabe
    O que eu quero dizer, não sabe?
    Borboletas se divertindo, você sabe o que eu quero dizer
    Adormecer em paz ao fim do dia
    Isso que eu quero dizer!
    E este velho mundo é um novo mundo
    E um corajoso mundo
    Pra mim
    Estrelas quando brilham, você sabe como me sinto
    Aroma do pinheiro, você sabe como me sinto
    Oh a liberdade é minha
    E eu sei como me sinto